Sexta, 28 de Janeiro de 2022
29°

Pancada de chuva

Vila Rica - MT

Mato Grosso SITUAÇÃO CRÍTICA

Moradores reclamam de alagamentos e pedem ajuda em Vila Rica

Aproximadamente 10 famílias estão sofrendo com suas casas alagadas com as chuvas intensas que tem caído sobre a cidade nas últimas semanas.

13/01/2022 às 17h19 Atualizada em 14/01/2022 às 18h31
Por: Redação Fonte: Vila Rica News
Compartilhe:
Moradores reclamam de alagamentos e pedem ajuda em Vila Rica

Moradores do Bairro Inconfidentes, em Vila Rica, estão tendo problemas em época de chuva. Aproximadamente 10 famílias estão sofrendo com suas casas alagadas com as chuvas intensas que tem caído sobre a cidade nas últimas semanas. 

A convite de moradores da rua Visconde de Barbacena e rua Estrada Boiadeira, a equipe de reportagem do site www.vilaricanews.com esteve visitando várias residências na tarde de quarta-feira, acompanhada do vereador Lázaro Gonçalves (DEM), e relatou a angústia de muitas pessoas que já não sabem mais o que fazer e a quem pedir ajuda. Alguns moradores tiveram que abandonar suas casas devido a gravidade do problema. 

O loteamento do Bairro Inconfidentes, de responsabilidade da Incorporadora Eternia Empreendimentos e Participações Ltda, foi instituído em 22 de abril de 1996, na gestão do então prefeito Paulo de Souza Duarte, através da Lei Municipal nº 276/96. O fato é que não há nenhum trecho da referida Lei que prevê a promoção de obras de infraestrutura básica para a comercialização dos lotes. Havendo tão somente, no que diz respeito à infraestrutura, o comprometimento do loteador em “entregar o loteamento com a instalação de rede elétrica” (trecho do Artigo 4º).

Situações parecidas voltaram a acontecer na criação de outros loteamentos durante a história de Vila Rica. Onde o Poder Legislativo aprovou e o poder Executivo sancionou leis que autorizaram a criação de loteamentos em áreas de terrenos irregulares e em regiões de nascentes, sem infraestrutura básica, que foram comercializados e posteriormente vieram causar transtornos e prejuízos aos seus proprietários.

No Bairro Inconfidentes, de acordo com relatos de alguns moradores, o problema aumentou após a construção da pavimentação asfáltica da rua Estrada Boiadeira. O nível do asfalto ficou muito mais elevado que o nível das residências que já estavam no local, impedindo que a água das chuvas seja escoada para fora dos lotes, causando grande transtorno e até mesmo prejuízos aos moradores.

Marilene Pereira da Silva, 46 anos, teve que construir uma barreira permanente nas portas da sua residência, localizada na rua Visconde de Barbacena, para tentar impedir que a água invadisse sua casa. Como se não bastasse a moradora colocou uma bomba submersa para puxar a água de dentro da residência, não resolvendo o problema. “É muita água quando chove, entra para dentro de casa e molha tudo, aí tem que ligar a bomba para tirar um pouco da água, mas tem uma mina dentro do quintal, não tem nem como”.

 

O senhor Sebastião Guimarães, de 72 anos, e dona Idê Pereira Couto Guimarães, moram a 11 anos em uma residência na rua Visconde de Barbacena e relataram que é a primeira vez que a residência do casal alaga. “O problema aqui é que o asfalto ficou mais alto que as casas, não fizeram esgoto, a água fica empoçada em todas as casas e nós estamos sofrendo. A fossa encheu e o banheiro não dá mais descarga, não tem como, tem que ter uma solução aqui pra nós”, destacou o idoso.

 

A jovem Joselma Silva Alves, de 21 anos, mora com a filha de 2 anos e mais 4 pessoas em sua residência na rua Estrada Boiadeira e teme que a água da chuva que acumula no quintal possa causar alguma doença. “Pra água sair a gente teve que quebrar o muro. Como a gente tem criança pequena em casa, fica ruim por causa do mosquito, que pode causar doenças, a gente não está sabendo como lidar com essa situação, a água nunca acaba porque quanto mais chove, vai enchendo mais. A gente pede para que tomem alguma providência para ajudar a gente o quanto antes”, clamou a moradora.

 

Para o senhor Gilmar Mariote, 58 anos, morador da rua Visconde de Barbacena, a solução para ele é aterrar toda a área. “Nós estamos enfrentando a calamidade da água, antes era a enchente, agora não, agora acabou o negócio de enchente, é brotação de água, nós precisamos de terra. Eu já estou a três anos sofrendo, antes não tinha problema, foi depois que fizeram um bueiro na rua Estrada Boiadeira e começou o problema aqui, aí arrumaram o bueiro, agora é brotação de água. Tem que aterrar, nós precisamos de terra”, destacou Mariote. 

 

Lázaro Ferreira da Rocha tem uma residência alugada na rua Visconde de Barbacena e também acredita que a solução seria aterrar, porque o problema agora são as minas de água. “Depois que fizeram a obra do lago, não tem pra onde a água correr. A minha casa estava alugada, o morador teve que largar as coisas e sair”.

PODER LEGISLATIVO

Ouvido pela nossa reportagem, o vereador Lázaro Gonçalves (DEM), que esteve acompanhando nossa visita às famílias afetadas pelo alagamento, disse que todos os vereadores da Câmara de Vila Rica tem conhecimento do caso e estão sensibilizados com a situação. “Há uma preocupação, acredito que não só minha, o Poder Legislativo é preocupado com a situação desses moradores. No meu entendimento, nós precisamos achar uma saída para atender esse pessoal. Se não tiver uma força conjunta entre a Eternia, porque eu entendo que eles também são responsáveis pela situação, por venderem os lotes sem nenhuma infraestrutura mínima, junto com o Poder Executivo e o Poder Legislativo que também terão que contribuir para encontrarmos uma solução”, avaliou o vereador. 

PODER EXECUTIVO

O prefeito Abmael Borges foi procurado por telefone na tarde de quarta-feira (12) para falar sobre o caso, mas até o fechamento desta matéria, na tarde de quinta-feira (13) não havia retornado o contato da nossa reportagem.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Vila Rica - MT
Sobre o município Vila Rica é um município brasileiro do estado de Mato Grosso. Localiza-se a uma latitude 10º00'42" sul e a uma longitude 51º06'59" oeste, estando a uma altitude de 280 metros. Sua população estimada em 2013 era de 23.057 habitantes.
Vila Rica - MT Atualizado às 13h51 - Fonte: ClimaTempo
29°
Pancada de chuva

Mín. 22° Máx. 30°

Sáb 28°C 19°C
Dom 27°C 18°C
Seg 27°C 19°C
Ter 28°C 20°C
Qua 30°C 20°C